• REGISTO NO CONGRESSO

Que tenho que fazer para participar do 7º Congresso internacional de Antropologia AIBR?

Primeiro deve registar-se na página web do 7º Congresso: http://2021.aibr.org > Área do Congressista > Congressistas > Acesso novos congressistas.

Receberá, de forma automática, um e-mail com os dados do seu registo, e senhas para ter acesso à sua Área de congressista, um número de login e password. Tenha-as sempre à mão, pois precisará delas para, por exemplo, completar sua inscrição (pagamento) na web, inscrever as suas propostas, aceder às avaliações dos trabalhos apresentados, solicitar um recibo etc.

O envio da proposta será feito exclusivamente através do formulário eletrónico do Congresso. Uma vez avaliada e aceite a proposta, deve completar a sua inscrição no Congresso até às 24h do dia 15 de ABRIL de 2021 (horário da Espanha peninsular) para que o seu trabalho apareça no Programa. Quando nos referimos a completar a sua inscrição, estamos a referir à realização do pagamento correspondente (tabela de preços) e enviar os documentos solicitados pela Organização a estudantes, desempregados e membros de outras Associações que tenham acordos com a AIBR para oferecer descontos aos seus associados na inscrição para o Congresso: todas as Associações pertencentes à ASAEE (antiga FAAEE), a APA (Associação Portuguesa de Antropologia) a ABA (Associação Brasileira de Antropologia) e a EASA (European Association of Social Anthropologists). Reler a norma do Congresso para mais informação sobre estos casos.

Qualquer proposta cujo autor ou autora não tenha completado a inscrição até à data estabelecida para isso (15 de ABRIL de 2021) será eliminada do Programa.

Posso incluir as informações de faturamento de que preciso no meu registo no Congresso?

Você pode e deve fazer isso para facilitar e agilizar a papelada. Na primeira parte do formulário serão solicitados os seus dados pessoais, necessários para proceder ao seu registo. 

  • ENVIO DE PROPOSTAS

O que significa dizer que as comunicações se organizam em painéis?

Este Congresso está organizado por painéis, não por simpósios. Os painéis duram menos tempo que os simpósios, e são os participantes (não a Organização) que enviam as suas propostas temáticas para os painéis. Isso permite uma grande diversidade, já que haverá espaço para cerca de 200 painéis distintos. Cada painel dura um máximo de duas horas, com a participação de no mínimo quatro e no máximo seis conferencistas. Se não cumprir esse requisito, o painel não será aceite.

Quais são as temáticas disponíveis?

As temáticas são diversas. Desde especialidades da Antropologia sociocultural, Antropologia aplicada, Antropologia biológica e Arqueologia, até à Antropologia linguística e Antropologia filosófica. No formulário de envio encontra-se uma ampla lista, em que se deve selecionar a temática que tenha maior afinidade com a sua proposta.

Para onde devo enviar a minha proposta? Posso mandar para o e-mail da AIBR?

Não. As propostas devem ser enviadas exclusivamente através do formulário eletrónico do Congresso. Qualquer painel, comunicação individual, audiovisual, póster ou oficina enviado por outro canal será desconsiderado.

Que devo fazer como coordenador de painel?

Coordenar um painel pressupõe a convocação de 4 a 6 conferencistas (o próprio coordenador pode ser um deles, sem nunca ultrapassar o máximo de seis conferencistas), organizar um painel coerente, que funcione como um todo, inscrever o painel, e servir de ponte entre os seus membros e a Organização, informando-os sobre como registar a sua comunicação e assegurando o pagamento de inscrições nos prazos estabelecidos (se os conferencistas completam a sua inscrição fora do prazo, as suas comunicações não serão admitidas no Congresso, e poderão colocar em risco a continuidade do painel). Lembre-se que 15 de ABRIL de 2021 termina o prazo de inscrição para conferências nos painéis. O coordenador ou coordenadora deverá estar presente durante todo o painel, fará uma breve apresentação dos participantes, outorgará a palavra e dirigirá o debate após as intervenções individuais. Apenas se se cumprirem estes requisitos, o coordenador obterá a certificação correspondente.

Um colega e eu queremos apresentar um painel para o Congresso, e precisamos saber se é suficiente enviar o resumo de 250 palavras para ser avaliado, e as comunicações que o compõem serão incluídas depois, ou se devemos enviá-las todas juntas.

Para o registo de um painel é necessário apresentar, primeiramente, um título e um resumo com um mínimo de 175 e um máximo de 250 palavras. Além disso, o coordenador da mesma, que é quem deve registá-la, incluirá no formulário de inscrição os nomes de todos os conferencistas que fazem parte do painel (somente o nome do autor ou autor principal de cada comunicação será incluído). Um mínimo de 4 e um máximo de 6 conferencistas serão admitidos (incluindo o coordenador/a se também apresentar comunicação). Apenas um coordenador/a por painel é permitido.

Dado que o registo do painel na aplicação do Congresso não é automático, é conveniente aguardar até ao dia seguinte para cada conferencista começar a registar as suas propostas. Cada um deles deverá registar a sua comunicação indicando no formulário de inscrição o nome do painel ao qual pertencem (aparecerá em um menu dentro do formulário).

ATÉ QUE O PAINEL ESTEJA COMPLETO, NÃO SERÁ ENVIADO À COMISSÃO CIENTÍFICA,  e é por isso que recomendamos aos coordenadores que incentivem os membros do painel a registarem o seu trabalho o quanto antes.

Se um painel registado não tiver pelo menos quatro comunicações registadas pelos membros do painel que o compõem antes de 8 de JANEIRO, não será enviado para ser avaliado como um painel. Nesse caso, as comunicações que foram registadas serão avaliadas como comunicações livres e posteriormente incluídas em painéis temáticos que a Organização do Congresso irá criar. Daí a importância do trabalho do coordenador controlar todo o processo de registo do painel e as comunicações que o compõem.

Somos dois investigadores/as e faltam outros proponentes para apresentar um painel. Podemos completar mais tarde o painel?

Não é possível. O coordenador deve conseguir entre 4 e 6 conferencistas. Se antes de ser inscrito o painel ainda não tem o número de participantes requerido, recomendamos realizar una chamada pública para adicionar pessoas que trabalhem na temática do painel. Podem ser utilizadas as redes sociais (Facebook, LinkedIn e Twitter) da AIBR disponíveis na seção de links - redes de AIBR. Esse sistema permite que se coloquem em contato, antes do Congresso, pessoas que estiverem a trabalhar nas mesmas temáticas.

Tenho que contatar outros colegas para participar de um painel?

Mesmo que seja recomendável, não é estritamente necessário. Pode simplesmente enviar uma comunicação individual. Nesse caso, se a comunicação for aceite, a Organização irá incluí-la num painel com outras comunicações individuais com temática similar. Se preferir organizar um painel, ele deve primeiro ser registado para, posteriormente, cada participante registar a sua comunicação.

Podem-se apresentar comunicações em vários painéis?

Recomenda-se limitar a uma comunicação e um painel. Todavia, cada participante pode assinar até ao máximo de duas propostas (comunicação oral, póster, audiovisual; seja como autor ou coautor) e mais duas assinaturas em qualquer um dos formatos restantes (pôster, audiovisual, apresentação de livro, ateliê, formatos especiais). Ou seja, serão aceites quatro propostas assinadas por pessoa: duas comunicações e outras duas de quaisquer dos demais formatos oficiais.
Se for o coordenador de um painel, a sua inscrição não contará como proposta assinada na candidatura, pelo que continuará a ter a possibilidade de apresentar duas comunicações e duas outras propostas (livro, poster, etc.).
Vale lembrar que, no caso de haver mais de quatro propostas assinadas pela mesma pessoa, a Organização entrará em contato para solicitar a eliminação de uma. Caso não haja resposta, por padrão a última proposta registrada será eliminada.
.

Quero apresentar no Congresso um documentário ou um audiovisual. É possível?

Sim. Por favor, envie-nos a proposta através do formulário de envio de propostas individuais, indicando que se trata de uma proposta de tipo audiovisual. A duração máxima é de 100 minutos. Além disso, admite-se também o formato póster (ver Diretrizes de envio de propostas).

Devo enviar o texto completo da minha comunicação para inscrevê-la?

Não é necessário enviar o texto completo, seja uma comunicação individual ou um painel. A comunicação é uma apresentação, e portanto só é necessário o envio do seu resumo através do formulário. NÃO será solicitado o texto completo em nenhum momento. No entanto, após o Congresso será publicado o número correspondente da Revista ARIES, ANUARIO DE ANTROPOLOGIA IBEROAMERICANA (ISSN 2530-7843). Os editores dessa publicação oferecerão a possibilidade aos autores de incluir o texto completo da sua comunicação, seja como parte da revista ou em formato de vínculo externo. Dessa forma, a apresentação e defesa de comunicação no Congresso permitirá aos conferencistas, caso queiram, contar com uma publicação científica.

Quanto tempo terei para expor o meu trabalho?

Os painéis duram um máximo de duas horas e serão compostos por 4 a 6 comunicações. Cada comunicação oral terá um tempo máximo de exposição de 15 minutos. O tempo restante do painel será utilizado para um debate posterior às intervenções individuais. Deve-se levar em conta que não se trata de defender una tese de doutorado, mas de apresentar brevemente as linhas gerais e resultados de uma investigação, debatê-los com outros colegas e esclarecer dúvidas.

Para os audiovisuais se disporá de uma duração máxima de 100 minutos para apresentar o(s) trabalho(s). Após a projeção (de um ou vários audiovisuais), haverá um tempo reservado para o debate até se completar o máximo de duas horas.

Para os pósteres, será indicado um dia em que o autor deverá permanecer ao lado do trabalho, para apresentá-lo e esclarecer dúvidas dos interessados. A duração da apresentação será de uma hora. Também se oferece aos participantes a possibilidade de levar fotocópias com um resumo dos conteúdos do póster, que poderão ser dispostas ao lado do trabalho e disponibilizadas para os demais congressistas.

  • FORMATOS ESPECIAIS

O que é chamado de formato especial?

Com a designação de formato especial, nos referimos a metodologias e formatos de reunião académica diferentes daqueles normalmente utilizados. Painéis com apresentações e mesas redondas são dois formatos convencionais em congressos académicos. No entanto, além desses formatos, existem maneiras alternativas de se reunir para partilhar conhecimento e aprender juntos. Formatos através dos quais é possível visualizar formas de conhecimento, sensibilidades epistémicas e diferentes modos de apresentação.

Há algum tempo assistimos ao desenvolvimento de novas metodologias para atender (do breve pechakucha às desconferências) que cuidam dos espaços e tempos para a troca de conhecimento. Ao longo de seus Congressos, a AIBR ofereceu a possibilidade de organizar workshops e exposições, entre outras propostas. Esta chamada para formatos especiais quer aprofundar agora essa linha, e convidar experimentação com todos os tipos de formatos, desde performances a seminários percorridos, passando por laboratórios, etc ... ou seja, formatos que abrem um espaço para discussão antropológica e debate académico.

Há iniciativas que estão nesta mesma linha e podem servir como inspiração para aqueles que desejam participar destes formatos, incluindo: a seção 'laboratório' que acontece desde 2014 nos congressos da EASA (Associação Europeia de Antropólogos Sociais), os formatos organizados e documentados pela rede Colleex - Collaboratory para Etnográfico Experimentação em seu projeto 'formatos abertos', bem como os formatos especiais (e espaçais)organizados nos últimos anos pela Rede espanhola de Estudos de Ciência e Tecnologia (RedEs CTS).

Que informações devo incluir no formulário de envio duma proposta de formatos especiais?

As propostas de formatos especiais devem conter todas as informações necessárias para serem avaliadas. É necessário enviar um resumo com 250 palavras, no máximo, indicando o tema antropológico que a proposta pretende tornar visível, problematizar, debater ou submeter à discussão. Além disso, será necessário especificar todos os aspetos logísticos necessários para o desenvolvimento do formato, incluindo: número máximo e mínimo de participantes, fórmulas propostas para o controle, captura ou aceitação de tais assistentes (formulários, etc.; a Organização do Congresso fornecerá apoio técnico nesta área para os congressistas), lugar / espaços necessários para o seu desenvolvimento, duração máxima, requisitos técnicos (projetor, computador, etc).

Como serão avaliados os formatos especiais?

Como qualquer outra proposta do Congresso, os formatos especiais são submetidos a uma revisão por pares (duplo cego). A avaliação levará em conta a novidade do formato, a solidez da proposta e os espaços disponíveis no programa do Congresso para acomodar as propostas recebidas.

Não tenho certeza de que tipo de propostas posso apresentar como formatos especiais. Por exemplo, alguns colegas prepararam uma oficina na qual os estudantes fingiam ser cães, andavam de quatro e cheiravam o chão. Seria um formato especial aceitável?

Sabemos o caso que está a referir. Este formato procurou problematizar a cidade como um ambiente multissensorial habitado por muitos seres e, através desta intervenção, tentando entender a perspetiva de diferentes animais para repensar como a cidade poderia ser construída a partir de uma, não apenas, perspetiva sensorial humana, em seguida, a construção de modelos para simular a sensorialidade canina (mais detalhes aqui).

Esse formato seria aceitável. Claro que não precisa rastejar no chão em todos os formatos especiais. Outro exemplo seria o CLEENIK, em que dois doutores em Antropologia organizam um grupo de autoajuda e terapia partilhada a ser apoiado e refletir sobre como tratar muitas doenças que resultam de fazer trabalho de campo.

Outro caso poderia ser uma representação coral para falar com diferentes materiais e vozes de trabalho de campo em dispositivos de envolvimento na gestão de um fato público, jogando para representar e dramatizar as suas questões democráticas como tragédia grega.

Todos esses formatos e muitos outros seriam aceitáveis. Pode-se pensar em qualquer formato que represente um tópico teórico de discussão antropológica, uma intervenção nos nossos métodos e maneiras de problematizar, não importa como a proposta seja tradicional e heterodoxa. O que os formatos especiais exploram são outras formas de se unirem para pensar e aprender juntos.

  • INSCRIÇÕES NO CONGRESSO

Sou coautor/a de uma comunicação. É necessário que eu me inscreva no Congresso para obter um certificado de participação?

Sim. Todos os conferencistas que figurem numa comunicação, seja como autor principal ou coautor, devem estar inscritos no Congresso para receber um certificado, bem como para aparecer no Programa e no Livro de Resumos e a revista ARIES.

Estou fazendo o doutoramento em uma Universidade. Isso me qualifica como estudante para beneficiar da quota reduzida?

Sim, os doutorandos são considerados estudantes, desde que estejam oficialmente matriculados em 2020-2021. Quem realiza estágio pós-doutoral, no entanto, não será considerado estudante, e deve se inscrever no Congresso como profissional.

Apresentamos uma comunicação de autoria de seis pessoas:

- Temos que pagar a inscrição dos seis autores para que a comunicação apareça no Programa?

Não. Se se completar a inscrição de um dos autores – não precisa ser necessariamente o autor principal – a comunicação aparecerá no Programa. Lembre-se de que, se pagar a inscrição de um dos autores, apenas essa pessoa poderá apresentar a comunicação no Congresso, e será a única que irá aparecer como autora no Programa e no Livro de Resumos do Congresso.

- É suficiente pagar a inscrição do autor que inscreveu a comunicação para que esta apareça no Programa?

Sim. Aparecerão no programa a comunicação e o nome do autor ou autora inscrito/a.

- É preciso pagar a inscrição dos seis autores para que apareçam os seus nomes no Programa?

Sim.

- É suficiente pagar a inscrição do autor que inscreveu a comunicação para que esta apareça no Programa com os nomes de todos os autores?

Não.

-É preciso pagar a inscrição dos seis autores para que a comunicação apareça no Livro de Resumos e na Revista ARIES com seus nomes?

Sim.

- É suficiente pagar a inscrição do autor que inscreveu a comunicação para que esta apareça no Livro de Resumos e na Revista ARIES com os nomes dos seis autores?

Não.

Numa comunicação assinada por seis pessoas, dá-se o seguinte caso:

. Ela é apresentada por um dos autores que pagou a inscrição

- Há outros dois autores, que também pagaram a inscrição, presentes na apresentação

. Um outro autor não pôde ir ao Congresso, mas também pagou sua inscrição

. E o sexto autor não pagou a inscrição

Minha pergunta é: o certificado de apresentação de comunicação só será entregue aos autores que pagaram a inscrição e estão presentes, ou a todos que pagaram, mas não puderam ir ao Congresso?

Se a comunicação foi apresentada durante o Congresso, será entregue certificado de participação a todos os seus autores que se tenham inscrito regularmente até à data estabelecida (15 de ABRIL de 2021).

Há bolsas para estudantes?

A Organização não estabeleceu, até ao momento, qualquer programa de bolsas, mas, por outro lado, mantém preços acessíveis para um Congresso Internacional. Além disso, são oferecidos preços reduzidos a estudantes e desempregados.

Há algum custo na inscrição de um painel ou proposta individual?

Não. O único pagamento a ser feito pelo conferencista é o da sua própria inscrição, que poderá efetuar assim que receba a aprovação de seu painel ou proposta. O pagamento das cotas de inscrição dos conferencistas é requisito indispensável para que sejam incluídos no Programa do Congresso.

Uma vez comunicado a aceitação da proposta, os interessados deverão se inscrever no Congresso, no máximo até ao dia 15 de ABRIL de 2021.

No final desse prazo, serão eliminadas do Programa as comunicações cujos autores não tenham pago as cotas de inscrição ou não tenham apresentado os certificados requeridos no caso de estudantes, desempregados ou membros de outras Associações que tenham acordo com a AIBR para oferecer descontos a seus filiados (todas as Associações pertencentes à ASAEE -antiga FAAEE-, a APA -Associação Portuguesa de Antropologia-, a ABA -Associação Brasileira de Antropologia- e a EASA -European Association of Social Anthropologists-).

Que documentos necessito entregar para justificar que sou estudante?

Preferivelmente, uma cópia digitalizada da matrícula académica correspondente ao ano 2020-2021. Também servirá um certificado emitido pela Secretaria de sua instituição indicando que disciplinas está cursando e que em 2021 você está oficialmente matriculado. Não serão admitidos comprovantes de bolsa ou de estágio pós-doutoral: nesses casos a pessoa deve se inscrever no Congresso como profissional.

Inscrevi minha comunicação, de que sou a única autora, e ela foi aceite. Completei o pagamento da inscrição e enviei o comprovante de pagamento. O problema é que não posso ir ao Congresso, e me surgem várias dúvidas:

- Aparecerá no Programa meu resumo, mesmo que eu informe com antecedência que não poderei ir ao Congresso?

Seu resumo não aparecerá no Programa impresso, a menos que só nos avise que não poderá ir em data próxima ao início do Congresso, quando o Programa já estiver impresso. Seu resumo irá constar, no entanto, no Livro de Resumos e na Revista ARIES.

- Receberei pelo correio o certificado de participação?

Se não atender presencialmente ao Congresso, você NÃO receberá o certificado de participação.

- Receberei o certificado de apresentação da comunicação?

Se não apresentar efetivamente seu trabalho no Congresso, você NÃO receberá o certificado de apresentação.

- Receberei o kit do congressista?

Se alguém estiver presente ao Congresso para recebê-lo em seu nome, ele poderá ser entregue, desde que essa pessoa tenha uma autorização assinada por si.

- O meu resumo aparecerá na Revista ARIES mesmo que a comunicação não tenha sido apresentada no Congresso?

SIM

Já paguei a inscrição ao Congresso, mas não poderei estar presente. Qual é a política de devoluções?

As inscrições canceladas até o dia 15 de ABRIL de 2021 terão direito a devolução de 60% do valor da cota de inscrição. Os cancelamentos posteriores a essa data não terão direito a devolução.

Estou desempregado, mas em meu país não há um documento oficial que comprove essa situação. Que documento posso enviar para comprovar meu desemprego?

Se o país em que reside não emite tal documento, você deverá nos enviar uma declaração registada em cartório e com data recente, que comprove sua situação de desemprego.

  • VARIOS

Será publicado um livro de atas ou de resumos?

Haverá um Livro de Resumos em que irão figurar os painéis e os resumos das comunicações (disponível em formato eletrônico), mas, não, um livro de atas reunindo os textos completos das comunicações. São várias as razões. De um lado, uma comunicação apresentada em um congresso não é um artigo, e tem uma natureza radicalmente distinta de uma publicação impressa. Por outro lado, assim que uma apresentação é publicada nas atas de um congresso, o trabalho deixa de ser considerado original por muitas publicações científicas de prestigio. Painéis que apresentem qualidade e coesão terão uma grande oportunidade para que um editor patrocine sua publicação posterior. No Congresso da AIBR estarão presentes representantes das mais importantes editoras relacionadas à disciplina, visando a produção de contatos orientados para edição de livros e publicações a partir das comunicações apresentadas. Adicionalmente, todos os resumos serão publicados na Revista ARIES, ANUARIO DE ANTROPOLOGÍA IBEROAMERICANA (ISSN 2530-7843). Uma vez terminado o Congresso, os editores dessa publicação irão oferecer a possibilidade aos autores e autoras de incluir o texto completo de sua comunicação na revista, seja como parte da mesma ou em formato de vínculo externo. Dessa forma, a apresentação e a defesa de uma comunicação no Congresso permitirá aos conferencistas, que assim o quiserem, contar com uma publicação científica.

Em que consiste ser associado à AIBR?

AIBR é uma Associação sem fins lucrativos, fundada em 2002. Os membros da AIBR têm direito a uma série de vantagens, entre elas o desconto na inscrição nos Congressos da própria AIBR, da ASAAE (antiga FAAEE), da APA, da ABA e da EASA (European Association of Social Anthropologists). Podem-se consultar as vantagens clicando aqui.

 

Se tiver qualquer outra pergunta que não apareça nesta lista, pode-nos escrever através do formulário da opção do Menu Contato.<

 

ARIESRESOL

   Logo AIBR

 

   POTSDAM

Com o apoio de:

WGmini